BLOG DA MARLENE

Aqui quero fazer um espaço de boa comunicação com meus amigos leitores. Seja bem vindo!

terça-feira, 17 de setembro de 2013

AMANHECER


Todos os dias abro as portas do meu coração. De braços abertos vigio o Horizonte. Uma clara estrela se vai e anuncia o amanhecer. Olho para o céu e me vejo só, na imensidão do universo, pronta para acolher o sol que nasce, medito: Como posso me apegar a algo de tamanho desapego. Ele chega, traz o brilho intenso de todos os dias e é diferente a cada dia. Por mais que o ontem tenha deixado alguma nostalgia, o HOJE sorri e me arrasta para a alegria e cura meu coração partido. Ainda que eu vivesse cem anos de solidão, um único raio de Sol me despertaria para a vida. Imune a qualquer dor, ele grita: Esperança, dom de Deus! Lembrando que mesmo parecendo frágeis, somos parte de algo Poderoso. Foi essa esperança que fez brotar pequenas raízes que vejo crescer. A dor é, foi, mas deixou os frutos da esperança se estenderem em busca da Luz Maior. Quando o céu se anuveou, os trovões bombardearam, os raios estremeceram o meu interior. As gotas torrenciais de lágrimas lavaram minha alma. Olhando o esplendor do Sol, de novo revestido, vejo um RENASCER, um passado para contar, apenas os momentos bem vividos. Acredito, sei, há um caminho de Luz Clara a cada novo dia! 
Abro meus braços e abraço, o meu sempre presente NOVO AMANHECER!.

Marlene Campos Vieira

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Sucinto, mas essencial assim é a poesia da vida. Bom texto!

    ResponderExcluir